Karate um estilo de vida

Melhore sua Qualidade de Vida Treine Karate
terapia nao stress nao stress terapia terapia vida harmonia vida saudavel saudavel vida vida saudavel terapia harmonia
Este artigo se trata de uma boa forma de vida para se viver bem combatendo o stress, depressão, medo, desespero e é claro por último, se houver a necessidade, a defesa pessoal.
Não tirei de nenhuma outra fonte e meu português pode ter alguns erros. Escrevi apenas para dar a minha testemunha e para poder compartilhar isso com todos e se possível também ouvir o que as pessoas poderão me falar e a compartilhar comigo outras vivências.
Hoje se fala muito em stress, competição, depressão, medo, angústia.
Eu também sofri desses males na minha adolescência e até os dias de hoje pois sou como qualquer ser humano feito de carne e ossos.
Quando eu estava no começo da adolescência eu era muito tímido e indeciso e tinha medo de tudo. Assim eu era alvo fácil para os bardeineiros de escola que existem em qualquer lugar do planeta. Na época em que eu tinha meus 12 aos 15 anos, era a época em que eu tinha mais provocações nas escolas e sempre queria aprender algo pra me defender mas meu pai nunca deixou naquela época pois ele tinha medo que eu fosse virar um briguento e iria trazer confusão todos os dias para casa. Eu também nessa época não tinha boas notas nas escolas pois tinha preguiça de ficar estudando. Incrivelmente eu nunca tive uma briga corporal pois era tão tímido que as vezes chorava e os caras viam que nem valia a pena. Em outros casos eu me lembro que cheguei até a comprar um gibi do mestre Kim de Taekwondo para me preparar em uma briga que havia me metido. Por incrível que pareça nem assim eu consegui brigar pois o rapaz deve ter percebido que eu estava cheio de confiança e parti pra cima. Vendo isso o rapaz deu umas desculpas e acabou indo embora.
Comecei a treinar Karate mesmo por indicação médica pois num belo dia eu fiquei o dia inteiro tentando aprender a nadar sozinho na picina de uma tia minha e acabei tendo uma contusão leve mas o suficiente para eu andar mancando. Com essas dores o medico me disse que poderia escolher uma entre duas opções: Karate ou Natação e adivinha qual eu escolhi ?? ehehe
Escolhi uma academia perto de casa e depois que comecei oficialmente a treinar Karate eu já tinha 15 anos e como já estava ficando adulto as brigas e ameaças foram acabando e nunca o Karate para brigar desde entao.
O Karate me serviu para melhorar o meu estilo de vida pois fiquei mais confiante em mim mesmo, comecei a estudar mais, a ter mais persistência em qualquer coisa e mais corajoso.
Não tenho mais preguiça para trabalhar e estudar e nem tenho vontade de beber bebidas alcoólicas ou fumar pois meu corpo já rejeita isso como sendo algo maléfico aos meus treinos.
O Karate ajuda como condicionamento físico e pra mim é melhor que qualquer atividade aeróbica pois eu não me vejo forçado e obrigado a treinar como fazem outras pessoas que se obrigam a entrar na ginástica ou a caminhar para entrar em forma ou perder peso. Eu treino Karate porque realmente gosto e me sinto motivado assistindo os filmes de artes marciais com atores como : Bruce Lee, Van Damme, Jackie Chan, Tony Jahh do Ong Bak e mestres importantes como: Gishin Funakoshi que nos ensinam a como viver realmente o Karate. Dificilmente o praticante de Karate desiste de treinar pois nos treinos há muita adrenalina nos treinamentos de Kumite (luta) e também paz espiritual e saúde para a mente como o treinamento de Kata (sequencias de movimentos) e algumas seçoes de meditação.
A minha saúde nem se fala. Dificilmente eu peguei mais gripe ou qualquer outra doença. No máximo um resfriado passageiro na qual eu já elimino em 1 dia fazendo um treinamento no Sol.
É isso aí pessoal esse não foi um artigo copiado de nenhum outro lugar, foi a minha experiência que eu passo pra vocês e espero incentivar vocês também a treinarem Karate pois é bom pra mais coisas que se possa imaginar e não somente para brigar.
OSS (cumprimento karateka)


By: André K

A Filosofia no Karate-Do

OSS!

O Karate-Do é uma Arte Marcial originada a partir das técnicas de defesa sem armas de Okinawa, e tem como base a filosofia do Budo japonês.

Através de muito trabalho e dedicação, ele busca a formação do carácter dos seus praticantes e o aprimoramento da sua personalidade.

Cada pessoa pode ter objectivos diferentes ao optar pela prática do Karate, que devem ser respeitados. Cada um deverá ter a oportunidade de atingir as suas metas, sejam elas tornar-se forte e saudável, obter auto-confiança e equilíbrio interior ou mesmo dominar técnicas de defesa pessoal.

Contudo, não deve o praticante fugir do real objectivo da arte. Aquele que só pensa em si mesmo, e quiser dominar técnicas de Karate somente para utilizá-las numa luta, não está qualificado para aprendê-lo, afinal, o Karate não é somente a aquisição de certas habilidades defensivas, mas também o domínio da arte de ser um membro da sociedade bom e honesto. Integridade, humildade e auto-controle resultarão do correcto aproveitamento dos impulsos agressivos e dos instintos primários existentes em todos os indivíduos.

O objectivo do Karate é a perfeição da mente e do corpo!

O Karate-Do contribui para a formação integral do homem. Isso o diferencia daqueles que fazem do Karate uma prática puramente desportiva. "Tradição é um conjunto de valores sociais que passam de geração à geração, de pai para filho, de mestre para discípulo, e que está relacionado directamente com crescimento, maturidade, com o indivíduo universal."

Hoje em dia, novos conceitos surgiram, e o Karate passou a ser analisado também sobre os seguintes aspectos:
Filosofia (Budo):

A Filosofia do Budo traduz-se pela busca constante do aperfeiçoamento, auto-controle e na contribuição pessoal para a harmonização do meio onde se está inserido.

A famosa expressão do Mestre Funakoshi - "Karate Ni Sente Nashi" - explica claramente o objectivo do Karate, ou seja, conter, controlar o espírito de agressão. O Karate caracteriza-se por procedimentos de respeito e de etiqueta.
Esse propósito de "anti-violência" pode ser muito bem expresso através do seguinte ensinamento:

"Se o adversário é inferior a ti,
então por que brigar?
Se o adversário é superior a ti,
então por que brigar?
Se o adversário é igual a ti,
compreenderá,
o que tu compreendes...
então não haverá luta.
Honra não é orgulho,
é consciência real do que se possui."

A filosofia do Budo sempre deu muita importância à percepção e à sensibilidade, uma vez que as técnicas que nela se baseiam, visam essencialmente:
a) à conquista da estabilidade e da auto-confiança, através de treino rigoroso e vida disciplinada;
b) ao desenvolvimento da intuição, no sentido de perceber o ataque do adversário antes mesmo do início do seu movimento e da capacidade de analisar o adversário, para prevenir-se contra surpresas;
c) à formação de hábitos de saúde, como o uso da meditação Zen e a respiração com o diafragma.

Este tema suscita muitas opiniões bastante diversificadas entre os praticantes desta Arte Marcial o Karate. Gostaria que os participantes neste forum, debatessem e expressassem aqui a sua ideia e interpretação pessoal sobre o tema a Filosofia no Karate-Do.

Um Abraço

SHOGUN

OSS!



Fonte: Karateca.net
Nenhuma postagem.
Nenhuma postagem.